quinta-feira, 26 de abril de 2012

Plágio Internacional

Gente, essa assolou a blogosfera e me matou de vergonha.

A Kristi, blogueira do The Story Siren que é, basicamente, "O" blog gringo, foi acusada de plágio. Ela é a criadora do tão divulgado meme "In My Mailbox" (ou "na minha caixinha de correio").

A história completa me parece estar nesse blog aqui: Smart Bitches Trashy Book e aqui: Beautifully Invisible  se tiver mais na história, não me culpem, tem 5 mil links e não é exatamente isso que quero discutir aqui.

Nesse momento, a Kristi admitiu o que fez e se desculpou. Não é caso de "se" ela fez ou tentar provar. É caso de discutir as consequências.

Quando é um blog pequeno, é fácil a blogosfera ignorar, relevar e perdoar. Mas e quando isso é feito por um blog que é modelo para tantos outros blogs? Quando é referência na blogosfera inteira, quando centenas, se não milhares, de blogs linkam para ele todas as semana?

Temos ferramentas para nos proteger, tanto o pessoal da Blogosfera AntiPlágio (campanha citada no post de ontem) quanto a menina do Grit and Glamour (uma das plagiadas pelo Story Siren) têm listas de ferramentas e táticas para proteger os blogueiros da cópia indevida.

Mas não é só isso, é?  É algo que vai mais longe, mais fundo. É algo que deprime, profundamente, qualquer um que escreve ou bloga - como se a pirataria não fosse, já, tão profundamente enraizada na nossa cultura de internet, ainda temos que lidar com roubo de conteúdo e autoria? Porque, nesse caso, a pessoa não apenas redistribui o conteúdo sem você ganhar nada com isso - a pessoa ainda tem a cara de pau de dizer que o conteúdo é dela!

E quando é um blogueiro tão grande e alguém que já tinha feito posts contra o plágio, criticando e dizendo que não há enganos, não há erros, mas apenas a decisão, consciente, de copiar algo de alguém... Faz exatamente aquilo que a pessoa vinha criticando?

Acredito que, pela primeira vez na minha vida, não tenho palavras para descrever o quanto isso me decepciona. O quanto isso me choca. O quanto eu quero dizer que o mundo está de cabeça para baixo e que não quero participar de uma blogosfera em que um dos maiores blogueiros internacionais é ... um copiador. Alguém sem escrúpulos e sem moral, que ainda tem coragem de negar e negar até que as provas tornaram tudo impossível de negar e, mesmo assim, dizer que foi "inspiração" e que ela "pegou o tema central e alterou um pouco".

Quer saber? Para o mundo, eu quero descer.

10 comentários:

  1. Ela também é culpada por criar esse ""na minha caixinha de correio"??? >:-(

    Já está na minha lista negra. Essas colunas são muito chatas, a menos quando a pessoa do vídeo tem carisma ou dá um toque original no post, porque não há graça alguma ficar vendo o que fulano recebeu.

    Agora, sobre o plágio... Poxa, pra quê ela precisava fazer isso? Com um blog tão grande. Eu não acompanhava esse blog mas a maioria das pessoas parecia gostar. Vai dá uma caída sim, seguidores vão embora mas acho que ela consegue se reerguer.

    ResponderExcluir
  2. Esse caso foi tenso, mesmo! Eu não acompanhava o blog dela, mas, embora deteste Caixinhas de Correio, não dá pra não ver o nome do blog dela quando estou passando pelo Reader, então fiquei chocada quando soube. Por que isso, gente? O blog dela já era famoso e influente no mundo inteiro! Por que não continuou falando apenas de livros? É nisso que dá ser fominha e se aventurar a falar de assuntos que desconhece.

    Eu até acredito que a intenção dela tenha sido boa. Acredito que ela tenha pensado em fazer os próprios posts, mas foi pesquisar e acabou não conseguindo fazer nada diferente. Já aconteceu comigo. Só que, quando eu percebi que não ia conseguir fazer nada de novo, resolvi gastar meu tempo de forma mais útil (porque esse tipo de plágio, ainda por cima, é burro. A pessoa gasta tempo copiando, sendo que poderia estar escrevendo sobre outra coisa).

    Agora, pronto! Adeus todo o trabalho que ela teve pra construir um bom blog e ganhar credibilidade.

    ResponderExcluir

  3. Ela também é culpada por criar esse ""na minha caixinha de correio"??? >:-(


    ADOREI, hauhauahauh

    ResponderExcluir
  4. vergonhaliteraria26 de abril de 2012 13:03

    Felipe, eu não gosto das caixinhas aqui, mas lá eu entendo a ideia. A maioria dos livros mostrados não vai ser lido e resenhado. Foram enviados até sem ela pedir, então ela (e outras blogueiras) pensaram em mostrar em fotos ou vídeos para dar "alguma" divulgação ao livro, mesmo que não conseguissem ler...

    ResponderExcluir
  5. Só ouvi falar na pessoa por causa das "caixinhas de correio", mas, realmente...
    Acho que os blogs "grandes" deveriam servir de exemplo para os "pequenos". Não que um seja melhor que o outro (longe disso), mas é nos "grandes" que as pessoas que estão começando se espelham ao entrar na blogosfera.
    E isso não é só em blog, é qualquer coisa. Seja um escritor, ator, ou uma pessoa que foi promovida em seu emprego, a partir do momento que a pessoa cresce, ela se torna exemplo para as outras, quer queira ou não.

    ResponderExcluir
  6. A verdade, infelizmente, faz parte do mundo, já é inato dele: falta de ética. Muito bonita na teoria e dificilmente exercida na prática. Cansei de pegar textos inteiros meus, entrevistas com músicos - que eu fiz para o site da rádio 89FM, em outros blogs e sites (inclusive o da rádio Metropolitana FM) por aí sem ao menos me creditar. Acho que infelizmente essa é uma questão bem pessoal, do tipo: quem tem ética, quem é profissional, não faz; o resto? O resto é só Control C + Control V.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Eu fiquei impressionada com essa história quando comecei a acompanhar tudo que aconteceu. Li todos os posts que foram publicados pela blogueira que foi plagiada, assim como o esclarecimento da Kristi, e ela não plagiou apenas um, que já seria um absurdo, mas SEIS posts... e enquanto foi possível negar, ela fez de tudo para dizer que não aconteceu, e só quando a blogueira mostrou as provas incontestáveis ela fez publicamente um pedido de desculpas e ainda muito "chinfrim" pro meu gosto, quando dizendo que foi um deslize e que não tinha intenção. O pior é constatar a quantidade de pessoas que estão enviando e-mails de raiva e ódio para a coitada da blogueira que foi plagiada, como se a Kristi fosse a vítima. Onde esse mundo vai parar? o.O Ela conscientemente plagiou e sabia muito bem o que estava fazendo, tanto que como você mencionou, ela já havia publicado em seu blog uma postagem sobre plágio que foi muito convenientemente apagada depois que o escândalo veio a tona. Vergonhoso demais..

    ResponderExcluir
  8. Corrigingo: * quase dizendo que foi um deslize.

    ResponderExcluir
  9. O mais triste, não foi o plágio em si. É claro que esse é um assunto muito grave e pode - deveria - rolar até processo, mas o que considero mais triste é um fato que até o Vergonha Literária deixou passar.
    Pelo fato dela ser uma blogueira 'famosa' algumas pessoas quiseram abafar o caso e de repente, quiseram que parassem de falar disso. Achei a atitudede baixo nível e desmerecedora de ser um brasileiro. Por que, se fosse um de nós, todos cairiam matando. Uma triste realidade, somos tão infelizes que apreciamos mais as coisas dos outros do que as nossas próprias. Enfim, mjuito triste blogueiro achar que ela deve ser perdoada só porque pediu desculpas. Palavras fogem ao vento. E quero é atitudes. Pessoas menos hipócritas e mais realistas. É isso, o que eu desejo é um sonho impossível. Infelizmente.

    ResponderExcluir
  10. Pois é...  tão triste... Minha ferramente anti-plágio acabou de acusar um link... É tão triste! Me sinto a mais idiota das criaturas quando isso acontece. Realmente, também estou sem palavras... Estou para tomar uma decisão bastante radical...

    ResponderExcluir