quarta-feira, 21 de março de 2012

Fundos e falta de valorização do blogueiro

Esse post não é sobre um erro básico de blogueiro, mas sobre um erro muito mais complicado, muito mais intrínseco aos blogs literários: blogueiros que se subestimam.

Já estamos carecas de falar de blogs que "vendem" resenhas por exemplares de livros (fazer resenhas positivas mesmo quando não gostou para continuar ganhando livros da editora) e fazem propaganda de graça por se sentirem "amigos" da editora que lhes manda os exemplares.

Mas isso passou dos limites:

O fundo inteiro do site é "adornado" pela arte da editora - as capas, o logo e uma exaltação. Não interessa que blog é, isso é o de menos.

Vocês sabem que o background, o fundo, é a peça publicitária mais cara dos sites? E que geralmente é cobrada por dia, ou seja, você paga x a cada dia que ela fica no ar?

Em blogs como o Just Lia (que tem, vai lá, 1 milhão de visitantes únicos por mês), a diária chega a custar R$ 20.000,00. Isso mesmo 20 mil reais POR DIA!

E tem blogueiro literário dando essa peça de graça por... O que? Um livro por mês? Uns R$ 30,00 então?
 

Ahh bom, assim super vale a pena, né? /irony.


EDIT: Oficialmente, os blogueiros estavam concorrendo a "e seu administrador irá faturar uma CREDENCIAL XXXXXX + livros autografados com dedicatórias dos autores internacionais e nacionais" que passarem pelo Stand da editora na Bienal do Livro de SP. Ou seja... Uma credencial (que dá que benefícios?) e livros autografados por fazer um trabalho de criação, montagem e divulgação da editora em diversos blogs. É assustador o quanto os blogueiros correm para se vender por pouca coisa.

14 comentários:

  1. Mas isso não foi SÓ uma promoção que a Novo Conceito fez no dia do blogueiro? O blogueiro quis ganhar a promoção e obviamente ia "exaltar" a editora. Não creio que essa arte ficará para todo o sempre ali. Ainda não entendi a "crítica" dessa postagem.

    ResponderExcluir
  2. O que essas pessoas ganharam com esse background? Um livro? Dois livros?
    O que uma publicidade como essa iria custar, normalmente pra editora? R$ 1.000,00? R$ 2.000,00?
    O blogueiro está se vendendo barato demais? Sim ou claro?

    ResponderExcluir
  3. Nem me incomodei com o fato do blogueiro estar se vendendo ou não. Como disseram aí embaixo, foi uma promoção e blábláblá. Ok. O que achei vergonhoso foi essa frase "Meu blog é top, sou parceiro da editora tal".
    Um blogueiro dizer que seu próprio blog é top já é bizarro. Pior foi ter associado isso a ser parceiro da editora. Meu blog é top porque sou parceiro da editora. Sem a editora o blog é um nada. É isso? O blogueiro não vale de nada? 
    A ideia da editora foi valorizar os blogs, acredito eu, com essa coisa do TOP, mas, pra mim, teve o efeito contrário. Sei lá, muita puxação de saco #VergonhaAlheia

    ResponderExcluir
  4. Também tem isso. O blog é top por ser parceiro, quer dizer que blog sem parceria não é nada? Quer dizer que o fato do blogueiro se esforçar não significa nada se a editora não ser seu selinho de aprovação?

    ResponderExcluir
  5. Ai, gente... Essa editora é uma das que eu mais gosto, uma das poucas (duas) com quem tenho parceria e domina uma prateleira inteira da minha estante. Mas, preciso confessar, ultimamente algumas coisas (pequenas, mas que juntas...) estão me decepcionando e me fazendo pensar seriamente em pular fora.

    Achei meio bizarra essa promoção. Se fosse pra fazer um banner, uma imagem, um vídeo, tudo bem. Já um background? É como me pedir pra tirar a identidade do MEU espaço. Não digo que não faria por nada desse mundo, porque não quero correr o risco de pagar língua depois, mas seria difícil me convencer. Mas, enfim, se a pessoa não se importa e quer ter esse trabalho todo por um livro, quem sou eu pra julgar? Deixa ela...

    ResponderExcluir
  6. Mas a questão é essa mesma? Não sei qual é o Blog em questão, mas quantos acessos diarios tem? Bote 500. Ninguém paga por publicidade em blog pequeno. Foi uma promoção. Se teve gente que sucumbiu a sua identidade para participar e ganhar um livro. Amém! Esse é o preço da pessoa. E antes um livro do que nada!
    Não entendi o porque criticar o preço pelo qual a pessoa se dá. 

    Eu NUNCA tiraria meu back por outro sem que me pagassem e muito bem, mas se a pessoa quis fazer... Vergonha para ela! 

    Sei lá!

    ResponderExcluir
  7. Criticamos o preço que a pessoa se dá pois enquanto os blogueiros aceitarem "se vender" por pouca coisa, as editoras sempre estarão acomodadas assim. Querendo cada vez mais dando menos, desvalorizando toda a categoria.

    ResponderExcluir
  8. Huuum. Beleza posso compreender uma parte da crítica. Mas você acha que a atitude blogs pequenos refletem em blogs grandes? Eu dou muita risada pensando nisso. Porque veja bem, falando única e exclusivamente em experiência própria, e em analises que fiz por conta e dentro da minha cabeça. Já aconteceu de eu pedir livro pra editora(e editora grande) e eles não terem e depois só mandam um único exemplar por mês. E blogueira grande dizendo que recebeu sem pedir, e que pediu mais de 3 livros por mês. As editoras não são burras! Elas sabem distinguir quem é grande e quem é pequeno. E olhando pelo meu ponto de vista, quem está errado são os blogs maiores que tem espaço garantido e não fazem nada para receber pela propaganda que eles fazem. Os blogs pequenos praticamente tem que se virar, e MUITOS tem uma qualidade superior em conteúdo. 
    É aquilo, a alguns tempos teve aquela senhora em um portal, que criticou blogs grandes. Ela não concordo com a postura e nm com as palavras dela. Mas ela foi em cima dos maiores. 

    Acho que estamos acostumados a olhar e criticar blogs pequenos, mas verdade, eles se inspiram em blogs maiores. 
    Nesse caso em especifico, algum blog dos grandes participou da promoção? Não! Porque eles tem seu preço. E as editoras sabem ver isso, os patrocinadores e afins sabem ver isso.

    Acho que perdi o fio no meio! Sorry!

    ResponderExcluir
  9. Você tem razão. Justamente por isso tentei criticar mais a ideia do que o fato pontual.
    As editoras não dão atenção aos blogs pequenos, é verdade, mas quando é em volume (pouco prêmio para um blog sendo que, digamos, 30 participaram), os 25 que não ganharam fizeram de graça e daí sim isso vale a pena para a editora.
    Acho que é fácil criticar blogs pequenos pois neles os problemas são mais claros mas, com certeza, o erro vem de cima.
    Por isso que tento não criticar pessoas e sim atitudes - a atitude de se vender barato, seja por um livro, uma coleção, qualquer coisa do gênero, é intrínseca à blogosfera literária.

    ResponderExcluir
  10. Ceile Dutra de Moraes22 de março de 2012 10:52

    Aqui entre nós, a grande sacada está nos comentários e nem tanto no post propriamente dito, já que este é algo mais objetivo, sem muita descrição - deixando que as pessoas interpretem e discorram do assunto "implícito". Também acho o "mercado bloguístico" muito oportuno para as editoras, mas é o que temos pra hoje e antes de tudo, eu, particularmente, blogo por hobby (e amor rs). Infelizmente, com tantos blogs se "vendendo" como você disse, fica muito difícil alguém se impor e ditar regras (sabe aquela coisa de que a corda arrebenta para o lado mais fraco?)
    Eu procuro manter a minha personalidade no meu blog e jamais abriria mão disso. Eles podem dar livros, mas a opinião que está no blog é minha. A dedicação, o tempo... É tudo meu! Cabe ao blog falar suas próprias regras dentro daquilo que é cabível (já que, de certa forma, estamos vendidos pelo histórico de práticas dos outros blogs).
    Dá pra entender isso? Nós temos que estabelecer as nossas regras dentro de uma já existente, não tem como fugir muito.
    Os blogs de moda fazem posts patrocinados: eles ganham por post de determinado produto. E nós, meros blogueiros literários? Ganhamos livros (eventualmente, em alguns casos) para divulgação contínua...

    Adoro esta editora que propôs a promoção. De fato, eles têm um tratamento diferenciado com seus parceiros, mas não quer dizer que porque eles mandam kits lindos, nós vamos nos sujeitar às coisas que não condizem com nosso propósito. Eu paguei pelo meu layout, não tive patrocínio nenhum (assim como paguei pelo meu domínio, marcadores) então, dá licença, mas isso é meu! Se outros blogs querem fazer isso, problema deles... Mas no meu não... rs

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  11. É justamente por isso que editora não valoriza blogueiro.
    ISSO é se vender por muito pouco, seja blog grande ou pequeno.

    ResponderExcluir
  12. Concordo com a Ceile em quase tudo.

    O único problema que vejo na maioria dos comentários sobre o assunto é que parece que todo blogueiro TEM QUE TER parceria. Não acho que "estamos vendidos pelo histórico de outros blogs", porque se alguém aceita as condições de uma editora é porque quis. Ninguém vai ficar sem livro pra ler se não aceitar.

    ResponderExcluir
  13. Ceile Dutra de Moraes22 de março de 2012 16:59

    Cíntia, digo que estamos vendidos porque hoje nós blogamos porque é o que gostamos, estamos falando de livros... Mas se alguém quisesse monetizar a coisa, quisesse realmente cobrar o preço justo pela divulgação, não teria (muita) chance, porque outros farão por muito menos.
    Os blogs funcionam sem parcerias, e isso está bem distorcido hoje, todos sabemos. Meus gastos com livros não diminuíram, só minha fila de leitura aumentou rs.

    ResponderExcluir
  14. O melhor dessa editora não foi nem isso. A melhor coisa foi fazer uma promoção em "homenagem" ao dia do blogueiro e sortear... uma pessoa que nem blog tem. Bela homenagem, não?

    ResponderExcluir